terça-feira, 30 de julho de 2013

Death Note vol.3-Hard Run - Tsugumi Ohba & Takeshi Obata

   "Light Yagami is an ace student with great prospects - and he's bored out of his mind. But all that changes when he finds the Death Note, a notebook dropped by a rogue Shinigami death god. Any human whose name is written in the notebook dies, and now Light has vowed to use the power of the Death Note to rid the world of evil. But when criminals begin dropping dead, the authorities send the legendary detective L to track down the killer. With L hot on his heels, will Light lose sight of his noble goal... or his life?
   Hard Run
   Light is chafing under L's extreme surveillance, but even 64 microphones and cameras hidden in his room aren't enough to stop Light. He steps up the game, but before the battle of wits can really begin, a family emergency distracts him. But even though Light isn't using the Death Note right now, someone else is! Who's the new "Kira" in town?"

   Hey there readers!
   Aqui está a última crítica deste mês, acho eu, e desta vez é de mais um mangá, que pelo que tenho visto têm vindo a ter a sua fama aos poucos e poucos, eles estão a ter várias visualizações por mês e esperemos que assim continue.
   Desta vez este terceiro volume de treze aumentou a parada, tal como o primeiro volume. Apesar desta obra ter outra vez algumas partes mais focadas no L, o resto do mangá esteve excelente e interessantíssimo, agarrando-me às páginas e querendo ler muito mais. Houve partes do volume relativas ao mundo dos Shinigami o que aumentou o meu interesse também.
   Houve capítulos que me surpreenderam e outros que fiquei mais do género "ahh okay, não foi assim uma grande coisa" mas no geral acho que esteve muito bom.
   O fim apesar de já estar à espera do que ia acontecer porque já tinha sido spoilado antes, foi bem surpreendente e interessante, deixando o leitor a querer mais e mais, que foi o meu caso, o problema é que tenho alguns livros antes de poder ler o próximo volume, mas esperemos que chegue rápido esse momento.
   Se quiserem comprar este volume estejam à vontade para fazê-lo por este link: Wook. Este é o link para o volume em inglês, mas também há em português podem lê-lo. Se quiserem antes saber mais sobre os volumes anteriores basta seguirem por este link: Crítica - Death Note vol.2 - Confluence
   Boa Leitura... ;)
8/10

André

segunda-feira, 29 de julho de 2013

O Labirinto de Água - Eric Frattini

   "Quando a jovem arqueóloga Afdera Brooks acode ao leito de morte da sua avó, uma excêntrica milionária, colecionadora de obras de arte, recebe como legado as pistas para chegar a uma caixa de segurança de um banco americano onde está guardado um antiquíssimo manuscrito.
   Afdera empreende uma viagem por meio mundo para desentranhar o conteúdo desse misterioso documento que culminará em Veneza, o labirinto de água.
   A partir do Vaticano, o maléfico cardeal Lienart fará o impossível para que a verdade que se esconde no maltratado pergaminho nunca conheça a luz do dia."

   Boas leitores...
   Aqui estamos nós no final de mais um mês de Verão, e mais um mês de férias, só mais um e em breve teremos novamente críticas espaçadas por bastantes dias, infelizmente.
   Por enquanto vamos tendo estas críticas mais recorrentes, desta vez dum policial, dum autor que não conhecia. É mais um livro solto, sem qualquer colecção aparente.
   Como grande parte dos policiais de hoje em dia este trata de assuntos relacionados com o Vaticano e a Igreja Cristã, é um bom assunto para enriquecer. Infelizmente este assunto não teve um grande sucesso com este autor.
   Apesar da escrita ser relativamente boa, excepto as alturas em que a descrição de um local demorava bastante tempo e quando ele descrevia vários locais, o autor teve um pequeno problema com a concordância temporal, na obra as coisas pareciam que ocorriam umas atrás das outras, mas quando as personagens falavam afinal tinha-se passado semanas sem que houvesse sinal dessa passagem de tempo.
   De resto, o final estava um pouco previsível, o que é mau neste tipo de obras em que se espera que o suspanse se mantenha até ao final do livro. Mas as personagens estavam bem caracterizadas, mesmo não tendo um grande foco nessa parte da obra.
   É um policial não muito bom, mas podem sempre comprá-lo através deste link: Wook
   Boa Leitura... ;)
6/10

André

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Booking Through Thursday - Mudar-se

   A minha melhor amiga está a mudar-se para o outro lado do país, de volta à Costa Este pela primeira vez após anos a viver na California, e uma das coisas que ela lamenta é o empacotar os livros. Tendo me mudado a uns anos atrás (reduzindo a minha biblioteca de 3000 volumes para 2000 e ainda acabar com cerca de 50 caixas de livros), eu simpatizo por ela.
   Por isso... a questão é: que tipo de experiências tiveste com os teus livros? (ou no geral se tiveres umas boas histórias de mudanças - e quem não tem?) Ter de empacotar e mudar os livros causou alguma mudança nos teus hábitos de coleccionar livros? Fez-te desejar ter tudo num e-reader? Sente-te livre para discutir.

   André: Bem como eu nunca tive de enfrentar uma mudança de casa não sei bem a experiência que é, mas sim imagino o trabalhão que deve ser, e eu tenho apenas 300 livros, imagino as pessoas que chegam aos 1000 ou 3000 como a autora do btt, seriam caixas atrás de caixas. Mas tenho a certeza que para onde eu me mudar, todos os meus livros irão comigo, são uma eterna companhia.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Uma Tampa para cada Tacho - Francisco Dionísio

   "Os conflitos genéticos, explica muitos factos banais do nosso dia-a-dia. Por exemplo, porque é que há tantos homens como mulheres? Será somente devido ao modo como os cromossomas sexuais X e Y se combinam? E o que dizer de outras espécies com diferentes modos de definir o sexo? Porque é que, frequentemente, também nestas espécies, a proporção de machos é semelhante à de fêmeas, e em particular durante o período fértil dos indivíduos dessas espécies?
   Outros factos também comuns na nossa vida requerem uma explicação. Por exemplo, porque é que, na nossa espécie, assistimos a tantos problemas durante a gravidez e nos partos? E, já agora, porque é que a poluição pode salvar a vida de bebés? Este livro aborda estes e outros temas que têm em comum o estabelecimento ou a resolução de conflitos ao nível dos genes."

   Boas leitores...
   No meio do calor que se sente tenho mais uma crítica para dar, para poderem desfrutar de variadas leituras.  E em relação a este livro é mais um livro solto, sem colecção.
   Esta obra é mais científica do que o que eu normalmente leio, li pela curiosidade de ter sido escrito por um professor da minha faculdade e por também estar na área de estudo que quero seguir.
   Acho que para qualquer pessoa que não esteja minimamente dentro do assunto de biologia vai achar um pouco difícil a leitura, não só pela quantidade de termos esquisitos (apesar de ter um glossário no final do livro) como pela quantidade de conceitos complexos, mas se o leitor quiser experimentar está à vontade, um desafio é sempre bom.
   Quanto àquelas pessoas que sabem algo do assunto, este livro proporciona umas boas informações e o modo como o autor explicita as teorias é fácil de entender (mais uma vez, para quem tenha conhecimentos básicos do assunto), para além das diversas piadas ao longo da obra.
   É um livro interessante que se quiserem adquiri-lo podem fazê-lo através deste link: Wook
   Boa Leitura... ;)
7/10

André

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Orgulho e Preconceito e Zombies - Jane Austen e Seth Grahame-Smith

   "«É uma verdade universalmente aceite que um zombie que consiga deitar a mão a um cérebro tem necessidade de mais cérebros»
   É assim que começa Orgulho e Preconceito e Zombies, uma versão alargada do bem amado romance de Jane Austen. Apresenta cenas completamente novas, com a violência capaz de esmagar ossos, ao ser introduzida a presença dos zombies. Quando a nossa história se inicia estamos na sossegada aldeia inglesa de Meryton que, como toda a Inglaterra, sofre os terríveis efeitos de uma peste misteriosa que faz os mortos ganharem vida! A destemida heroína Elizabeth Bennet está decidida a varrer a ameaça dos zombies, mas rapidamente se vê afastada desse objectivo com a chegada do altivo e arrogante Mr. Darcy. O que se segue é uma encantadora comédia de costumes e de maneiras com muitas lutas civilizadas entre os dois apaixonados e com lutas muito mais violentas, em campos de batalha ensopados de sangue. Conseguirá Elizabeth vencer os filhos de Satanás? Ou triunfar sobre os preconceitos sociais da aristocracia rural e do seu espírito de classe? Com casos de amor, corações despedaçados, lutas com espadas, canibalismo e milhares de cadáveres putrefactos, Orgulho e Preconceito e Zombies transforma uma obra-prima da literatura mundial em algo que o leitor vai querer mesmo ler."

   Boas leitores
   Antes de mais quero só afirmar que este foi o meu 300º livro lido, apesar de muitos deles não estarem aqui no blog, passando agora ao tema principal.
   Aqui estamos nós com mais uma crítica. Esta obra é um remake de um clássico denominado Orgulho e Preconceito que nunca li, mas que após ter feito a leitura deste livro me entusiasmou para fazê-lo.
   Um conceito um pouco estranho este de ter zombies, não na actualidade do século XXI mas sim em tempos mais antigos, onde não havia tecnologia praticamente nenhuma. E o certo é que esta mistura até deu um resultado bastante agradável.
   A leitura do livro foi como um grande ditado português "primeiro estranha-se, depois entranha-se", foi esquisito a escrita e os conceitos da altura, mas quanto mais se lê, mais apegado se fica à história e ao enredo.
   A sátira feita pelas personagens diversas como a Mrs. Bennet ou o Mr. Whickam foram algumas das coisas engraçadas ao longo do livro. E todos aqueles pequenos momentos que envolviam os zombies foram pequenas pérolas de risos encontradas ao longo do livro, excepto o assunto relativo à amiga da personagem principal.

   Só achei que no final do livro deveria ter havido um pequeno apêndice onde dissesse o nome das personagens, relações de parentesco e alguns pormenores visto que no início da leitura foi um pouco confuso todos os nomes sem indicação nenhuma.
   É uma boa leitura e engraçada, ainda mais para quem leu o livro que deu origem a este. Se quiserem comprar este livro façam-no aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
7,5/10

André

sexta-feira, 19 de julho de 2013

O Veneno de Ofiúsa - Francisco Dionísio

   "Numa luta entre deuses e homens, só os verdadeiros heróis poderão fazer a diferença.
   Chegou o tempo há muito anunciado em que os deuses deverão partir e deixar o destino da Terra entregue aos homens. Mas nem todos os deuses aceitam fazê-lo, e um terrível conf lito entre homens e divindades é inevitável. É neste cenário que dois jovens guerreiros, Anio e Camal, percorrem a Lusitânia em busca do guardião da joia da Deusa-mãe - uma pedra capaz de aniquilar as próprias divindades. Inspirado nos povos pré-romanos da Península Ibérica, "O Veneno de Ofiúsa" é uma viagem para um tempo mágico há muito esquecido. Estás preparado para a guerra com os deuses?"

   Olá pessoal
   Não passou muito tempo desde a última vez que cá estive o que é bom sinal quer dizer que estão muitas criticas fresquinhas a chegar e talvez sejam daqueles livros que vocês estão na dúvida se hão de ler ou não e talvez isto vos ajude a decidir.
   Este livro, de um autor português, não pertence a nenhuma colecção, acho eu, e é de fantasia como dá para supor pelo título do livro.
   É um livro pequeno, que dá para ler bastante bem e que tem uma história no início um pouquinho confusa mas que se torna aos poucos e poucos interessante.
   Não sei bem o que era suposto acontecer a seguir a este livro, mas o certo é que apesar de não haver continuação, o final desta obra deixa certas pistas de que haveria uma continuação, por certo deve ter sido cancelado por falta de vendas ou algo do género, infelizmente.
   Tenho ainda de felicitar o autor porque para além de ser português a história é como se representasse quase a história da nossa península o que é uma ideia muito boa.
   De resto não há muito mais que se possa dizer, se quiserem comprar o livro podem fazê-lo aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André

quinta-feira, 18 de julho de 2013

O Hobbit - J. R. R. Tolkien

   "O Hobbit é a história das aventuras de um grupo de anões que vão à procura de um tesouro guardado por um terrível dragão.
   São relutantemente acompanhados por Bilbo Baggins, um hobbit apreciador do conforto e vida calma. Encontros com elfos, gnomos e aranhas gigantes, conversas com o dragão, Smaug, o Magnífico, e a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos são algumas das experiências por que Bilbo passará.
   O Hobbit é não só uma história maravilhosa como o prelúdio a O Senhor dos Anéis."

   Boas leitores...
   Após esta brevíssima sinopse, vamos para mais uma crítica, e de um autor que já não lia nada há bastante tempo. Mas já que estreou há relativamente pouco tempo o filme baseado neste livro, decidi lê-lo antes de sair a continuação.
   Este livro como diz na sinopse é a prequela da trilogia famosa de O Senhor dos Anéis e não deixa nada a desejar. O modo de escrita empregue neste livro foi de certa forma engraçado e esquisito, o narrador parece que está a contar uma história ao leitor em vez de ser este a entender a história, o que por um lado dá aquele ar de conto de fadas à fogueira mas por outro lado faz-nos imaginar mais como se estivéssemos mesmo lá.
   A história é interessante porque dá-nos bastantes pormenores que não foram explicados no início da trilogia.
   É um livro interessante de se ler e que proporciona uns bons momentos de leitura, para além de ser de um dos maiores escritores de fantasia de sempre. Podem comprar o livro através deste link: Wook
   Boa Leitura... ;)
7/10

André

Booking Through Thursday - Leitura de Verão

   Os teus hábitos de leitura mudam no Verão? Levas os livros para fora mais vezes? Aconchegaste no ar condicionado? Lês livros fofos em vez de sérios? Estás demasiado ocupada a brincar no sol ou a jardinar ou o que quer que seja para leres?

   André: Eu no Verão acho que tenho a tendência para ler mais, como tenho mais tempo aproveito-o para ler. E sim tendo a levar os livros para a rua mais vezes, como não há perigo de se estragarem com chuva ou algo do género. Quanto ao tipo de livros, é o que calhar, não leio mais de uma coisa ou de outra pela estação do ano.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Será que os Gatos têm Umbigos? - Paul Heiney

   "244 Perguntas ¬ Respostas Sobre o Mundo da Ciência
   Por que razão o ranho é verde?
   Há algo de bom nas baratas?
   Porque razão não se partem os ovos quando as galinhas os põem?
   Qual é a altura da atmosfera?
   Um raio consegue tostar quantas fatias de pão?
   As árvores têm cancro?
   Será que as jantes dos carros fazem com que eles andem mais depressa?
   Paul Heiney deslinda os fenómenos da ciência que estão por detrás daquelas certezas absolutas e inquestionáveis e explica por que razão o mundo e tudo o resto que o compõe são como são
   Desde esquimós cabeludos a gaivotas que explodem, desde o osso da alegria à labríntica roupa de cama, este é um livro esclarecedor, divertido e bem-humorado."

   Boas pessoal...
   Aqui estou para uma nova crítica de um livro um pouco diferente dos que normalmente leio, é um livro de perguntas e respostas que sem saber li o segundo da colecção sem ter lido o primeiro. Não sei se será correcto chamar estes livros colecção, já que não se identificam como isso, mas o certo é que houve um livro anterior a este com o mesmo formato do mesmo autor.
   Quanto ao livro, decidi lê-lo por curiosidade e para ver o que poderia sair de tal coisa, diverti-me a lê-lo, não só para testar conhecimentos que eu tinha, como de biologia, mas também para descobrir certas curiosidades que todas as pessoas têm mas que nunca foram respondidas, até agora.
   O livro tem uma escrita simples e com ilustrações engraçadas de forma a entreter o público-alvo, e quanto a esse ponto cumpriu o seu objectivo.
   Não há muito mais para dizer acerca deste livro, não há um enredo, personagens, nem nada do género, por isso toda esta crítica é pequena. Mas se quiserem comprar o livro podem clicar neste link e fazê-lo: Wook
   Boa Leitura... ;)
6/10

André

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Death Note vol.2-Confluence - Tsugumi Ohba & Takeshi Obata

   "Light Yagami is an ace student with great prospects - and he's bored out of his mind. But all that changes when he finds the Death Note, a notebook dropped by a rogue Shinigami death god. Any human whose name is written in the notebook dies, and now Light has vowed to use the power of the Death Note to rid the world of evil. But when criminals begin dropping dead, the authorities send the legendary detective L to track down the killer. With L hot on his heels, will Light lose sight of his noble goal... or his life?
   Confluence
   Light thinks he's put an end to his troubles with the FBI - by using the Death Note to kill off the FBI agents working the case in Japan! But one of the agents has a fiancée who used to work in the Bureau, and now she's uncovered information that could lead to Light's capture. To make matters worse, L has emerged from the shadows to work directly with the task force headed by Light's father. With people pursuing him from every direction, will Light get caught in the conflux?"

   Hello dear followers...
   Aqui estou com mais uma crítica, do segundo mangá lido para este blog, as coisas estão a melhorar.
   Este é o segundo volume de treze, que continua uma história extremamente entusiasmante. Mas por outro lado essa história foi um pouco "cortada" com os certos pormenores que foram feitos.
   Gostei das formas da personagem principal conseguir safar-se e escapar a todos os perigos e principalmente do capítulo sobre a noiva dum agente do FBI.
   No entanto, este volume teve um maior foco no outro lado da história, no lado da polícia e do L, e não tanto sobre a personagem principal. Outro pormenor ainda foi que não foi falado quase sobre os Shinigamis deuses da morte, coisa que foi falado no anterior, mas pronto o primeiro foi uma introdução a tudo é normal não falar neste, esperarei pelos volumes seguintes que possivelmente terão mais coisas relacionadas.
   Se quiserem comprar este volume podem fazê-lo aqui a partir do seguinte link: Wook
   Podem também ver a crítica ao volume anterior deste mangá para saberem mais. Basta carregarem aqui: Crítica - Death Note vol.1 - Boredom
   Boa Leitura... ;)
7/10

André


Booking Through Thursday - Cães e animais de estimação

   O meu cão acabou de fazer anos (12 anos, obrigado), por isso... Como te sentes a ler livros sobre cães ou animais de estimação? Histórias fofinhas de membros de família fofinhos? Livros sólidos de como treiná-los ou como cuidar deles? Tocantes remiscências de problemas e a forma como um cão (ou animal de estimação) ajudou a passar por isso?
   (Quase todos os meus livros relacionados com animais de estimação nas minhas estantes são sobre cães, mas estou bem atenta que as pessoas adoram os seus gatos, cavalos, furões, coelhos, peixes, etc. tanto quanto eu, por isso... Qualquer espécie é boa!)
   Algum livro favorito para recomendar?

   André: Sim já li livros acerca de animais de estimação, por acaso são os dois de cães, Marley &Eu e O Cão do Filósofo e achei bastante interessantes o primeiro muito emocionante também. Por isso sim acho que existem bastantes livros sobre essa temática que são muito bons, é só procurar.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Dragões de um Crepúsculo de Outono - Margaret Weis & Tracy Hickman

   "Anos após terem optado por seguir caminhos diferentes, um grupo de companheiros reencontra-se na sua terra natal apenas para descobrir que o mundo de Krynn mudou. Rumores de guerra e sombras dominam as conversas de estalagem e monstros e criaturas míticas que só existiam em lendas voltaram a ser avistados. E nenhum companheiro se atreve a confidenciar os segredos que oculta no coração e que descobriu em viagens cheias de perigo.
   Até ao dia em que um encontro ocasional com uma bela mulher, que detém em seu poder um bastão de cristal, arrasta os companheiros para o caos e muda as suas vidas para sempre. Ninguém esperava que se revelassem heróis. Muito menos eles. Mas conseguirão arranjar a força, honra e coragem para enfrentar os Deuses da Luz e Trevas no momento em que a Guerra da Lança está prestes a começar?"

   Hallo leitores!!
   Neste mês super quente que contrariaram por completo a meteorologia o tempo que se pode aproveitar faço-o na praia. Mas, tenho conseguido ler por isso sempre dá para colocar uma crítica ou outra.
   Desta vez é uma nova colecção, uma trilogia de um autor, neste caso autores, e tenho de dizer que fui mais para lê-lo devido à fama que tinha ouvido do que propriamente pelo livro, e por um lado isso não correu bem.
   O livro é dum estilo que gosto, idade/terra Média, com anões, elfos, magos e tudo o mais e no entanto a escrita parece um pouco pobre, pelo facto de que parece apenas um conjunto de aventuras sem que haja uma grande história por detrás de tudo. Não há um grande envolvimento entre as personagens e por causa disso a personalidade e o espírito deles é só arranhado pela superfície, sem sabermos o que está por debaixo.
   De resto, o enredo das aventuras estão relativamente bem feitas, mas também terei de esperar um pouco mais e ler o volume seguinte da trilogia para saber como será a trilogia em si, logo se verá a apreciação global da trilogia.
   Se quiserem aproveitar e ter este livro como leitura de verão podem comprá-lo aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Booking Through Thursday - Patriotismo

   Então, é dia quatro de Julho aqui nos EUA... Alguma vez lês livros considerados patrióticos? Histórias vibrantes de heróis? História? Homens e mulheres do campo a fazerem coisas grandes?
   O que recomendarias se alguma pessoa te perguntasse por algo não patriótico do teu país?
   Ser específico, ou geral, como é que gostas?

   André: Não, acho que nunca li nada assim patriótico e só acerca do meu país. Li um romance histórico relacionado com a história portuguesa e com uma personagem importante, A Esmeralda do Rei mas de resto não tenho mais nada.
   Quanto às outras duas perguntas realmente não sei que responder, não consigo achar nada não patriótico relacionado com o meu país, digam-me vocês essas coisas.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Incarceron - Catherine Fisher

   "Imagine uma prisão tão vasta que abrange masmorras, galerias, bosques de metal, mares e cidades em ruínas.
   Imagine um prisioneiro sem memórias mas que nega pertencer àquele lugar, mesmo sabendo que a prisão se encontra selada há séculos e que apenas um homem conseguiu escapar.
   Imagine uma rapariga condenada a um casamento de conveniência e a viver numa sociedade futurista, vigiada por um sistema sofisticado de inteligência artificial mas concebida à semelhança de um cenário do século XVII.
   INCARCERON é a prisão viva que observa tudo o que se passa dentro dos seus muros. Finn é o prisioneiro e Claudia a filha do guardião da prisão, que vive num mundo exterior onde pouco se conhece sobre INCARCERON.
   Ao encontrarem uma chave de cristal que lhes permitirá comunicar, os dois engendram um plano de fuga numa corrida contra o tempo. Mas INCARCERON vigia-os e a evasão exigirá mais coragem e tornar-se-á mais difícil do que pensam."

   Boas leitores...
   Finalmente começamos o mês de Julho, e esperemos que contenha tantas críticas quanto o mês anterior. Por enquanto comecemos com esta, o primeiro de dois volumes duma colecção chamado Incarceron.
   Tenho de admitir que inicialmente este livro chamou-me a atenção pela capa, tem uma capa bastante interessante e misteriosa, depois li a sinopse e pensei "hmm isto é capaz de vir a ser interessante".
   Inicialmente era misterioso e chocante aperceber das coisas daquele mundo aos poucos e poucos, depois foi tornando-se um pouco monótono até voltar a ter o seu quê de espantosidade (se é que esta palavra existe) quando se aproximou do fim do livro.
   Uma coisa que reparei é que a autora desejaria criar um ambiente rodeado de intriga e suspeita mas não foi muito bem sucedida nisso, não me parecia haver muita intriga entre as personagens, mas sim um pequeno fingimento entre elas.
   É um livro mediano, mas que me deixou bastante curioso para saber o que acontece no volume seguinte, que é o último, felizmente a autora não decidiu prolongar a história indefinitivamente como muitos autores para ganhar fama. Se quiserem comprar este livro, podem fazê-lo neste link: Wook
   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André