domingo, 31 de março de 2013

A Missão de Az Gabrielson - Jay Amory

   "Az é um dos Alados. O seu povo viaja sem esforço por entre cidades, planando acima das nuvens, bastando-lhes apenas abrir e bater as asas de dois metros e meio. Decorre uma vida calma de beleza aérea. Nesse mundo de liberdade e voo, Az é o único que não tem asas, peculiaridade que o faz sofrer e o mantém isolado.
   Um dia o rapaz é escolhido para desempenhar uma missão abaixo das nuvens. O sistema de gigantescos elevadores mecânicos, que transportam tudo o que os Alados necessitam para sobreviver, está a falhar, ameaçando arrastar consigo toda a sociedade Alada. Será preciso que alguém desça ao Solo e descubra o que aconteceu. Az, cuja ausência de asas o torna semelhante aos pré-históricos Terrenos, parece ser a pessoa indicada para procurar respostas abaixo das nuvens.
   Contudo, ao atingir o Solo e sob as vastas sombras das cidades, o rapaz encontra mais perguntas do que respostas: um povo ignorante, que alimenta ideias confusas acerca dos Alados, e aspira ser como eles, enchendo os elevadores de oferendas para os deuses alados; entretanto, esse mesmo povo começa a entender que o seu modo de vida não obedece à ordem natural.
   E uma rapariga, Cassie Grubdollar, que está longe de ser um anjo…"

   Boa Páscoa a todos!
   Aqui estou eu no dia de Páscoa e no último dia do mês para vos oferecer mais uma crítica. Crítica essa dum livro com colecção mas que infelizmente suspeito que só o primeiro volume esteja publicado em Portugal e que não planeiem publicar os outros volumes.
   E digo infelizmente porque este livro é uma grande obra de ficção. Escrita de uma maneira simples e no entanto com uma história complexa e interessante, com todos os pormenores adicionados de forma certa.
   Quando comecei a ler este livro fui com 0 expectativas, nunca tinha ouvido falar do livro e a capa também não era uma grande obra de arte, e ainda bem que o fiz, diverti-me muito mais a lê-lo por não ter nenhuma ideia pré-concebida da história.
   O enredo do livro está bastante bom, exactamente ao meu gosto, tem mistério, acção, várias vertentes de guerra, várias facções, suspanse e a maravilhosa fantasia à mistura.
   Tenho pena apenas de não ter ficado a conhecer melhor as personagens, conhece-se superficialmente, algumas mais do que outras, mas algumas relações entre elas ficam demasiado "não-faladas". Mas se calhar isso é mais desenvolvido no livro seguinte. Livro esse que adoraria ler.
   Enfim é um livro que aconselho a ler e visto que até está baratinho neste site, podem comprá-lo aqui: Wook
   Boa Leitura e mais uma vez boa Páscoa... ;)
8,5/10

André

quinta-feira, 28 de março de 2013

Booking Through Thursday - Classificação

   Os filmes têm um sistema de classificação para ajudar a guiar o consumidor e retirar géneros de filmes como de adultos, violência, inapropriados. Os jogos também têm. Achas que os livros também deviam ter um sistema de classificação?

   André: Por um lado acho que deveria haver esse tipo de sistema de classificação, para manter de sobreaviso as pessoas de que tipo de livro é, mas por outro acho que isso não resolveria muito as coisas, apesar de todo o sistema de classificação dos jogos, continua a haver crianças a jogarem videojogos para maiores de 18 por isso...

terça-feira, 26 de março de 2013

A Possessão - Jennifer Armintrout

   "O meu pai sempre me disse que o medo é uma fraqueza.
   Ora, isso é fácil de dizer quando não temos de nos preocupar com caçadores de vampiros e água benta. Detesto o medo, mas a vida, ou melhor, a morte continua.
   Nos dois meses que passaram desde que fui atacada, na morgue do hospital, e transofrmada em vampiro, já matei o meu amo malévolo, Cyrus, apaixonei-me pelo meu novo amo, Nathan, e até me acostumei a beber sangue. E quando as coisas estavam a regressar ao normal - o mais normal possível quando a luz do sol nos pode matar - Nathan é possuído. E massacra um humano inocente.
   Agora tenho de encontrar Nathan antes que o Movimento Voluntário para a Extinção dos Vampiros o localize, porque estão apenas à espera de uma desculpa para o matar - a ele e a qualquer outro que seja suficientemente parvo para o ajudar. Mas isso não é o pior. Nathan está possuído pelo espírito de um dos vampiros mais malévolos de sempre, O Devorador De Almas. E quem pode imaginar quais serão os seus planos?
   Com o Devorador de Almas e o meu amo possuído à solta, sinto muito medo, incluindo ser morta, outra vez."

   Boas pessoal...
   Aqui estou eu de férias e portanto com a leitura avançada apesar de todo o estudo que tenho tido. Agora é o segundo livro duma colecção que suponho que seja composta por quatro, pelo menos da última vez que soube. É a colecção Laços de Sangue.
   Este segundo volume teve aspectos diferentes, começando nas várias perspectivas que o livro tomou não se centrando apenas na personagem principal, ganhando um ponto positivo com isso. Por outro lado, o enredo envolveu já pormenores que fizeram perder alguns pontos, como por exemplo envolver possessões e bruxas e lobisomens. Já tinham aparecido no primeiro livro, mas agora tomaram um papel muito mais activo o que me fez relacionar em demasia com outra colecção, a colecção do Sangue Fresco.
   Quanto às personagens tenho também um ponto positivo e um negativo a relatar, o positivo foi que gostei da transição que a autora fez duma personagem malvada para mais civilizada. O ponto negativo foi o facto da personagem principal parecer muito superficial, sem saber o que sente e ocupando todos os espaços com sexo.
   É um livro que tem os seus prós e contras está ao mesmo nível que o primeiro. Se quiserem experimentar a sensação de o ler, podem aproveitar e comprá-lo aqui: Wook
   Para saberem a crítica do livro anterior basta seguirem este link: Crítica - A Iniciação
   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André

quinta-feira, 21 de março de 2013

Booking Through Thursday - Primavera

   Feliz Equinócio da Primavera para todos! Com que livros é que tu decidiste celebrar?

   André: Não é que eu celebre muito os equinócios nem os solstícios não é? Mas por acaso comecei hoje a ler um novo livro, por isso é o livro com que vou celebrar... Talvez da próxima vez decida comprar um novo livro para celebrar esta data tão importante, ahahahah

Encantamento - Alice Hoffman

   "Estrella deMadrigal pensava que sabia quem era: filha, neta, irmã, melhor amiga, amada. Ela é a Estrela no Céu Nocturno, a Verdade no meio da Escuridão. Mas, em Espanha, neste século cruel e impiedoso, a verdade é um bem precioso e raro. Os judeus que recusam a conversão ao Cristianismo arriscam tudo o que têm: o amor, a vida, a família e a fé.
   A certa altura, uma descoberta espantosa abala profundamente a existência de Estrella. E no entanto, esta mudança devastadora é provocada por algo pequeno e doce. Um beijo. O beijo de alguém que Estrella está proibida de amar. À medida que uma nova rapariga emerge do casulo de segredos no qual foi criada, a paixão desponta e a amizade desmorona-se - a traição acaba por libertar um monstro maligno das profundezas da terra. Estrella dá por si numa situação que nunca julgou ser possível; é alguém que nunca imaginou ser."

   Boas pessoal!
   Aqui estou eu mais uma vez neste mês e espero que esteja pelo menos mais uma, para proporcionar mais críticas diversificadas e que vos possam agradar.
   Aqui este exemplar é um exemplar sem colecção, que também apanhei por estar super barato e ter curiosidade em lê-lo pela sinopse visto que não é um livro que normalmente leia.
   Mas surpreendentemente até achei bastante interessante, era pequeno, simples e com um lado metafórico bastante acentuado e no entanto, não muito cansativo.
   Por momentos ao ler o livro pensei que fosse envolver fantasia, como magia ou algo do género, mas não, o que até foi bom, fez com que o livro continuasse naquele género a que se adequava mais.
   Outro ponto bom foi a escrita, achei que estivesse bastante boa, era simples e fácil de ler e passava as emoções certas nos momentos certos.
   É um livro que por ser pequeno até é vantajoso e aconselho a ler, se quiserem comprá-lo, que está só a 1,20€ comprem-no aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
7/10

André

segunda-feira, 18 de março de 2013

A Iniciação - Jennifer Armintrout

   "Eu não sou cobarde. Quero deixar isso bem claro. Mas, depois de a minha vida se transformar num filme de terror, passei a levar o medo muito mais a sério. Tinha-me tornado na Dra. Carrie Ames apenas há oito meses, quando fui atacada na morgue do hospital por um vampiro. Haja sorte.
   Por isso agora sou uma vampira e descobri que tenho um laço de sangue com o monstro que me criou. Este funciona como uma trela invisível, pelo que estou ligada a ele, independentemente daquilo que faça. E, claro, ele tinha de ser um dos vampiros mais malévolos à face da Terra. Com o meu Amo decidido a transformar-me numa assassina sem escrúpulos e o seu maior inimigo empenhado em exterminar-me, as coisas não podiam ser piores - só que me sinto atraída pelos dois.
   Beber sangue, viver como um demónio imortal e ser um peão entre duas facções de vampiros não é exactamente o que tinha imaginado para o meu futuro. Mas, como o meu pai costumava dizer, a única forma de vencer o medo é enfrentá-lo. E é isso que irei fazer. Com as garras de fora."

   Boas pessoal...
   Aqui estou passado pouco tempo e ainda bem, significa mais livros aqui no blog e mais um livro lido. Este é duma colecção, da qual só tenho conhecimento de 3 livros existentes pelo menos em português, não sei se já há mais ou não, nem sei se haverá mais ou não.
   E digamos que este livro por diversas vezes pensei, mais um livro de vampiros, mais um cliché que vai aparecer. Mas tenho de admitir que por outras vezes me diverti bastante a ler o livro, era bastante activo e não enrolava como muitos outros livros que li. As personagens eram directas e faziam logo as coisas não ficavam a pensar dezenas de páginas sobre o assunto.
   A história do livro está interessante mas faz-me lembrar um pouco o True Blood. Mas sempre há partes como a anatomia dos vampiros que é um factor diferente e que se torna interessante de ler.
   Um factor que não sabia que o livro tinha era o factor erótico, este livro tem bastantes partes viradas para o erotismo, do qual desconhecia por completo, fez-me lembrar a tão famosa trilogia que anda pelo mundo do 50 Shades of Grey. Por isso não é aconselhável para o público mais jovem ler, mas também com o que os adolescentes de hoje em dia fazem...
   Acho que antes de aconselhar o livro vou esperar para ler o seguimento e ver onde leva a história. Se quiserem aproveitar e comprar já o livro podem fazê-lo aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André

sexta-feira, 15 de março de 2013

Ar - Geoff Ryman

   "Mae vive na última aldeia do mundo a ser ligada à rede. Mas agora há uma nova tecnologia que não precisa de linhas eléctricas ou computadores... é o Ar.
   Ar é uma tecnologia de comunicação inovadora que leva os benefícios da Internet a toda a população, em qualquer parte do mundo - quer os habitantes a desejem ou não.
   O Ar está a chegar e ninguém o poderá deter! Mae pode ser iletrada, mas sabe que este Ar vai mudar tudo e todos. A sua aldeia só tem duas hipóteses: adaptar-se ou desaparecer. Irão os vizinhos dar-lhe ouvidos, antes que seja tarde de mais?"

   Boas leitores...
   Sei que demorei um pouco mais do que o normal a ler o livro, eu já o tinha lido há uns dias só que só hoje pude pô-lo aqui, em compensação já li um terço do próximo livro quase...
   Este livro não pertence a nenhuma série, trilogia ou algo do género, é um solitário que o consegui pelo preço a que estava (3,5€) e portanto não houve um grande motivo que me fez lê-lo.
   No entanto, apreciei a leitura, foi diferente, não era bem ficção científica, misturava muitas outras coisas por exemplo filosofia, mas não duma forma aborrecida, criou até vários momentos de leitura divertidos ou reflectivos.
   Por outro lado achei que por vezes o autor prolongou um pouco a história com certos pormenores que não se entenderam bem. Enquanto que por exemplo objectivos da personagem principal no início do livro foram simplesmente esquecidas e nunca mais vistas, basicamente foram perdidas em combate.
   É um livro mais ou menos, ligeiramente, muito ligeiramente inclinado para o mais. Fica a vosso critério se o querem ler ou não. Se decidirem comprá-lo e lê-lo podem fazê-lo aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
5,5/10

André 

quinta-feira, 14 de março de 2013

Booking Through Thursday - Humor de Leitura

   O teu actual humor afecta a tua leitura? Afecta as tuas escolhas? Eu sei que há imensos livros de que gosto, mas só se estiver num humor particular, ou livros que me conseguem tirar dum mau humor sem falhas! De certeza que não estou sozinho?

   André: O meu humor afecta a maneira como leio um livro, se estiver zangado ou triste ou estafado vou ler um livro muito mais lentamente mas continuo sempre a ler os livros que era suposto ler, não tenho livros específicos para cada tipo de humor, quem sabe se ao ler um novo livro ele não me anime?

quinta-feira, 7 de março de 2013

Booking Through Thursday - Primavera para a frente

   Os relógios mudam este fim-de-semana aqui nos EUA, o que significa menos uma hora para ler... Mais alguém inveja aquela hora como eu? Desejava que os Poderes pegassem num pedaço de tempo e metessem-no no meio em vez de infligir o jet-lag devido às mudanças de horário às pessoas duas vezes por ano?
   (Sim, não é tanto uma questão de leitura... Excepto claro tu precisas de luz para ler, por isso a altura em que fica de noite É relevante!)

   André: Nem por isso, como cá em Portugal o horário muda sempre da 1h para a meia-noite ou para as 2h a mim não me faz diferença porque estaria sempre a dormir, logo não havia a possibilidade de perder uma hora de leitura, mas se isso me acontecesse de dia, sim ficava bastante chateado.
   E sim, por vezes gostava que metessem mais umas horinhas no dia para conseguir fazer tudo o que queria e ainda ter muito tempo para ler.

domingo, 3 de março de 2013

O Cântico dos Mendini - Brian Keaney

   "O desenrolar dos acontecimentos que marcaram "O Espelho Quebrado" é arrebatado com o final da trilogia As Promessas de Dr. Sigmundus. Os leitores são transportados para reinos bizarros, povoados por criaturas míticas, onde persiste a busca pela liberdade e auto-determinação. Dante e Bea, os protagonistas adolescentes, embarcam numa viagem excitante e plena de reflexão, que terá muito para oferecer…
   É uma trilogia para os fãs do Fantástico, além de extremamente acessível aos menos aficionados por este género literário."

   Boas a todos...
   Passou pouco tempo desde a última vez que aqui estive e ainda bem, significa que as leituras estão a ser relativamente rápidas e que estão a chegar sempre mais livros novos.
   Este é o último da trilogia acima referida, dos quais eu já li os outros dois livros claro. Do que tenho a referir tenho de salientar que toda a trilogia é composta por livros pequenos (pouco mais de 150 páginas talvez) e que por vezes isso actua como um ponto um pouco negativo, por vezes é bom ter mais umas 50 ou 100 páginas, assim seria um livro mediano e todas as coisas pouco explicadas poderiam fazer mais sentido.
   O certo é que todo este livro se desenrolou um bocado rápido demais. No início estava tudo muito confuso mas assim que começou a chegar a meio começou a acontecer tudo ao mesmo tempo.
   Apesar disso continuei a gostar da história tirando o mesmo pormenor que falei no segundo livro da trilogia que é o autor ter inserido na história anjos/demónios, achei que não encaixavam bem na história. Mas vá que o final do livro até me agradou, foi bastante bom, apesar de mais uma vez ter sido um pouco confuso.
   É uma colecção que aconselho a lerem, tem um tema um pouco diferente e uma escrita fácil. Se quiserem ver a crítica ao livro anterior podem seguir este link: Crítica - O Espelho Quebrado
   Para poderem comprar este livro (que também está a um preço muito bom) podem fazê-lo aqui: Wook
   Boa Leitura... ;)
7/10

André

sexta-feira, 1 de março de 2013

Hex Hall - Rachel Kawkins

   "Um bilhete só de ida para um colégio interno perdido nos pântanos do Louisiana era talvez a última coisa que Sophie Mercer esperava receber pelos seus dezasseis anos. Mas Sophie não é uma adolescente igual às outras. Sophie é uma feiticeira e, tal como os outros prodigium, feiticeiros, fadas, lobisomens e vampiros, Sophie não pode frequentar uma escola normal. O que Sophie esperava ainda menos era ser companheira de quarto de Jenna, a única vampira da escola, e ver-se enredada numa trama para descobrir quem anda a assassinar os alunos da escola ao mesmo tempo que tem que lidar com os seus novos poderes, a descoberta da importância do seu Pai na hierarquia dos feiticeiros e a sua paixão pelo namorado da sua mais recente inimiga."

   Boas leitores
   Já agora um bom mês de Março, que comecem a primavera com o pé direito. E esperemos que este mês seja produtivo em relação a bons livros, não começando por este.
   Hex Hall é o primeiro livro duma colecção, não tenho a certeza de quantos volumes são, acho que três. Mas de momento só este é que se encontra publicado em português, não sei se haverá mais alguns para serem publicados.
   É uma outra história para agradar ao público-alvo que são raparigas adolescentes que se sentem excluídas e que esperam sentir-se especiais de alguma forma e apaixonarem-se pelo rapaz mais giro do sítio e que ele se apaixone também por si.
   Basicamente é esta a história do livro, com um pequeno bónus que é a fantasia, aparecerem bruxas, lobisomens, fadas, vampiros, etc... Ou seja basicamente foi mais um daqueles livros que seguiu a moda do "vampire fever".
   É um livro que pouco aconselho, ou então também posso dizer que é um bom livro se for para o público-alvo que referi acima. Se quiserem comprar o livro, podem fazê-lo no link seguinte: Wook
   Boa Leitura... ;)
3,5/10

André