quinta-feira, 31 de maio de 2012

Em Chamas - Suzanne Collins

   "Depois de no primeiro volume Katniss se oferecer para substituir a irmã mais nova nos Jogos da Fome, que têm como lema «matar ou morrer», contra todas as expectativas, não só Katniss Everdeen venceu os Jogos da Fome, como pela primeira vez na história desta competição dois tributos conseguiram sair da arena com vida. Os dois jovens Katniss e Peeta tornaram-se agora os rostos de uma rebelião que nunca esteve nos seus planos. E o Capitólio não olhará a meios para se vingar… O segundo volume da trilogia Os Jogos da Fome mantém um ritmo constante de adrenalina numa obra que promete tornar-se uma das leituras mais viciantes do ano."

   Bonjour monsieurs et madames..
   E no último dia do mês ainda consigo colocar mais uma crítica, e desta vez dum livro absolutamente estrondoso e brutal!
   O segundo volume de Os Jogos da Fome é extremamente arrebatador, engole-nos por completo em mistério, surpresa e indignação. Já não lia nenhum livro em que à medida que fosse lendo libertava expressões de "ó meu deus" ou então "whaaaat?" bem alto. Este livro fez-me ler até bem tarde e tornou-me viciado na colecção.
   A história do primeiro para o segundo livro da trilogia está fantástica a forma como a autora espanta os leitores de formas cada vez melhores e cria uma própria emoção no autor de surpresa, revolta e tudo o mais. Enquanto lia só me apetecia gritar pela revolução de Panem. A autora consegue interligar todos os pormenores ao longo do livro, coisas que acontecem no início tornam-se claras nos últimos capítulos, que devorei vorazmente.
   É um livro que todos deveriam ler, é aconselhado a toda a gente. Para saberem mais sobre a colecção, com saber mais digo ver a crítica do livro anterior, sigam o link: Crítica - Os Jogos da Fome
   Se quiserem ler esta obra de arte e comprá-la basta clicarem: Wook
   Boa Leitura... ;)
10/10

André

Booking Through Thursday - FTM (Faz Tu Mesmo)

   Algum tempo atrás, entrevistei os meus leitores para variar e a minha questão final era, "Que pergunta é que NÃO FIZ no BTT que gostarias que eu perguntasse?" obtive grandes respostas e vou colocar algumas de tempos a tempos para vos perguntar, como agora a Cathy De Los Santos perguntou:
   "Se tu pudesses escrever um livro de que é que seria, e porquê? (Apesar de, claro, alguns já terem)"

   André: Realmente, eu estou a escrever um livro, chama-se Viagem ao Teu Encontro e digamos que é sobre a persistência de conseguirmos algo e de como o destino nos trai quando a pessoa perfeita para nós morre. E não revelo muito mais a nãos ser que tem muitas peripécias... Se calhar, ainda requisitarei a vossa paciência para alguns serem leitores-beta dele, mas para isso primeiro terei de acabá-lo.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Metro 2033 - Dmitry Glukhovsky

   "Estamos no ano 2033. O mundo foi reduzido a escombros. A humanidade foi quase extinta. Mas alguns milhares de pessoas sobreviveram, sem saberem, no entanto, se serão os únicos habitantes da Terra. Vivem no Metro de Moscovo, o maior abrigo contra ataques aéreos no planeta. É o último refúgio da humanidade. È um mundo sem amanhã, sem espaço para sonhos, planos ou esperanças. Aí o sentimento deu lugar ao instinto - e o mais importante é a sobrevivência. A qualquer preço.
   VDNKh é uma estação habitada, que se situa na extremidade norte da linha e ainda é considerada segura. Mas há uma nova e terrível ameaça. Artyom, um jovem que vive nessa estação, é incumbido de penetrar no coração do Metro e de viajar até à lendária estação conhecida por Pólis. O objectivo é alertar todos os habitantes do Metro para o perigo que se avizinha e, assim, obter apoios para a defesa da VDNKh. O futuro da sua estação está agora nas mãos de Artyom, tal como o futuro do Metro e da humanidade. 
   Metro 2033 foi um êxito esmagador em toda a Europa, revelando um mundo claustrofóbico onde falta a esperança e o desespero domina."

   Olá seguidores e todos os visualizadores deste blog.
   Tenho um novo livro para vos mostrar, desta vez de nenhuma colecção para variar um pouco, chama-se Metro 2033 supostamente um bom thriller com ficção científica à mistura, visto que acontece no ano de 2033.
   Apesar da sinopse bastante interessante, não posso afirmar o mesmo do livro, foi um pouco uma desilusão, pensava que se ia basear mais numa batalha numa estação para sobreviver a criaturas tipo zombies e assim mas nada disso.
   Por um lado não gostei pela forma como o autor escreve as coisas, todo o livro parece uma catrefada de aventuras que um jovem tem ao atravessar o metro, do género Alice no País das Maravilhas e por outro, mas isso já não é culpa do autor mas sim da editora é não terem posto um mapa dos metros m Moscovo, visto que o autor fala de estações para cá e para lá e o leitor só vê nomes russos sem entender nada visto que não sabe como é a planta do metro de Moscovo.
   No entanto, gostei do enredo principal (a parte que supostamente envolve aquelas coisas parecidas com zombies) visto que está bem feita com um fim bastante bom, mas acho que é a única coisa que salva o livro.
   Se quiserem comprar o livro: Wook
   Boa Leitura... ;)
4,5/5

André

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Booking Through Thursday - Nomes de animais

   Algum tempo atrás, entrevistei os meus leitores para variar e a minha questão final era, "Que pergunta é que NÃO FIZ no BTT que gostarias que eu perguntasse?" obtive grandes respostas e vou colocar algumas de tempos a tempos para vos perguntar, como agora a Lu perguntou:
   "Tens algum animal de estimação com um nome inspirado pelas tuas leituras?
   Se não, qual é o nome que escolherias?
   Tens alguns amigos com nomes de animais baseados em livros? (ou às crianças)"

   André:  Quanto à primeira pergunta, não, o único animal que tenho é uma cadela chamada Bolinha (dado o nome quando era pequeno) mas se tivesse um outro animal de estimação poderia chamá-lo de Pug se fosse macho e se fosse fêmea talvez Safira, ou Ruby... Quanto à última pergunta, não, não conheço ninguém que tenha dado esse tipo de nomes aos animais...

domingo, 20 de maio de 2012

Os Jogos da Fome - Suzanne Collins

   "Num futuro pós-apocalíptico, surge das cinzas do que foi a América do Norte Panem, uma nova nação governada por um regime totalitário que a partir da megalópole, Capitol, governa os doze Distritos com mão de ferro. Todos os Distritos estão obrigados a enviar anualmente dois adolescentes para participar nos Jogos da Fome - um espectáculo sangrento de combates mortais cujo lema é «matar ou morrer». No final, apenas um destes jovens escapará com vida…
   Katniss Everdeen é uma adolescente de dezasseis anos que se oferece para substituir a irmã mais nova nos Jogos, um acto de extrema coragem… Conseguirá Katniss conservar a sua vida e a sua humanidade?
   Um enredo surpreendente e personagens inesquecíveis elevam este romance de estreia da trilogia Os Jogos da Fome às mais altas esferas da ficção científica."

   Boas leitores...
   Mais uma vez aqui estou (para compensar o tempo que demoro a por aqui as coisas), desta vez para colocar a crítica dum livro que se tornou num bestseller desde a sua adaptação cinematográfica, Os Jogos da Fome.
   Gostei bastante do conceito em que se baseia a história e todo o sítio de Panem, desde o sistema dos jogos, os distritos, a discrepância entre os Distritos e o Capitólio, todas essas coisas e muito mais...
   Gostei da escrita e das emoções que transparecem no livro, quando o acabei, e digo agora que achei que toda a trilogia se basearia numa edição dos Jogos e que uma edição dos Jogos não estaria incluída num só livro, achei pouco, queria ler mais, queria um livro maior que contasse mais, acho que esse foi o único defeito.
   Espero que a continuação de toda a trilogia esteja tão bem elaborada quanto este volume, aconselho a lerem é um livro bastante bom, quer tenham gostado do filme ou não, até porque eu vi o filme e digo que aparecem certas coisas no livro que não aparecem no filme, como quase sempre.
   Se quiserem comprar o livro: Wook
   Boa Leitura... ;)
7/10

André

sábado, 19 de maio de 2012

O Cavaleiro de Westeros & Outras Histórias - George R. R. Martin

   "Cerca de um século antes dos eventos narrados em A Guerra dos Tronos, um jovem escudeiro parte em busca de fama e glória num dos mais famosos torneios de Westeros. Mas o destino prega-lhe uma partida e coloca-o no caminho de um rapaz misterioso que irá mudar a sua vida para sempre. A não perder para os fãs da melhor série de fantasia da atualidade. 
   O Cavaleiro de Westeros abre esta coletânea com os melhores contos de George R. R. Martin. Nela encontrarão também uma cidade dominada por uma elite de lobisomens, onde ocorrem horrendos acontecimentos; um magnata excêntrico com gosto por espécies exóticas que vai ser confrontado com o que não esperava; um padre em crise de fé num mundo distante; uma mulher que vasculha universos em busca do amor perdido; ou um homem que se vê confrontado com a derradeira escolha, num mundo em que o fim da vida não equivale necessariamente à morte. Dez histórias nascidas da imaginação do criador de As Crónicas de Gelo e Fogo."

   Boas leitores... ;)
   Aqui estou eu para vos dar uma crítica dum livro até recente, e que digo-vos já que me surpreendeu bastante e pela positiva.
   Desde já esperava que o livro fosse bom por ser escrito por George Martin visto que os livros que li dele foram todos bons, não esperaria menos deste. E o facto de ter um conto que envolve o mundo de As Crónicas de Gelo e Fogo mais conhecido por Game of Thrones fez com que a minha curiosidade aumentasse exponencialmente.
   Mas o melhor foi que a maior parte dos contos (tirando um ou dois que foram bons) foram simplesmente espectaculares, perfeitos. Eu não leio muita ficção científica (apesar de sempre ter querido desenvolver mais essa área) mas este livro fez-me aumentar os apetites pelo mesmo. Bastantes contos são de ficção científica e têm histórias completamente fantásticas.
   E para além disso, existem dois contos que se não soubesse que eram dele eu teria dito que tinham sido escritos pelo próprio H. P. Lovecraft, o melhor autor de terror do século XX. Fiquei bastante impressionado com tudo.
   É um livro que aconselho absolutamente a ler, é demais... E se quiserem aproveitar e comprá-lo: Wook
   Boa Leitura... ;)
9/10

André

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Booking Through Thursday - Viver em

   Algum tempo atrás, entrevistei os meus leitores para variar e a minha questão final era, "Que pergunta é que NÃO FIZ no BTT que gostarias que eu perguntasse?" obtive grandes respostas e vou colocar algumas de tempos a tempos para vos perguntar, como agora a abookandashortlatte1 perguntou:
   "Se pudesses escolher viver dentro do mundo de uma colecção qual seria?"

   André: Hmm muito indeciso, mas ou viveria num mundo de Eragon ou possivelmente num mundo de Os Segredos de o Imortal Nicholas Flamel ou ainda num mundo de A Roda do Tempo uma colecção que está para vir.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Booking Through Thursday - Dentro ou Fora

   Algum tempo atrás, entrevistei os meus leitores para variar e a minha questão final era, "Que pergunta é que NÃO FIZ no BTT que gostarias que eu perguntasse?" obtive grandes respostas e vou colocar algumas de tempos a tempos para vos perguntar, como agora a Heidi perguntou:
   "Consideraste extrovertido ou introvertido?"

   André: Bem eu não me considero nem uma coisa nem outra, acho que estou lá no meio, divertindo-me mas não excessivamente... :P

domingo, 6 de maio de 2012

Acácia - Ventos do Norte - David Anthony Durham

   "Leodan Akaran, rei soberano do Mundo Conhecido, herdou o trono em aparente paz e prosperidade, conquistadas há gerações pelos seus antepassados.
   Viúvo, com uma inteligência superior, governa os destinos do reino a partir da ilha idílica de Acácia. O amor profundo que tem pelos seus quatro filhos, obriga-o a ocultar-lhes a realidade sombria do tráfico de droga e de vidas humanas, dos quais depende toda a riqueza do Império. Leodan sonha terminar com esse comércio vil, mas existem forças poderosas que se lhe opõem.
   Então, um terrível assassino enviado pelo povo dos Mein, exilado há muito numa fortaleza no norte gelado, ataca Leodan no coração de Acácia, enquanto o exército Mein empreende vários ataques por todo o império. Leodan, consegue tempo para colocar em prática um plano secreto que há muito preparara. Haverá esperança para o povo de Acácia? Poderão os seus filhos ser a chave para a redenção?"

   Boas leitores
   Aqui estou eu, once again para vos oferecer uma crítica saidinha do forno... Duma colecção, que não sei grandes informações, chama-se Acácia, e há pelo menos dois volumes sendo este o primeiro, obviamente.
   Digo-vos que para mim a capa foi realmente enganadora, era extremamente apelativa e parecia dizer que haveria fantasia e escrita fantástica ao nível de grandes escritores, mas eu pelo menos não achei.
   Acho que a história, apesar de ter um grande potencial foi parcamente desenvolvida, prolongando-se demais durante praticamente o livro todo, só as últimas páginas é que falam realmente do centro da intriga. Todo o resto do livro parece que foi simplesmente para empatar.
   Gostei de ter várias perspectivas de personagens apesar de por vezes serem perspectivas a mais, visto que não havia nenhuma identificação de quem era, por vezes demorava um bocado a saber. Outra coisa que também gostei foi o facto de ele criar uma cultura doutros povos não só de religião mas também de costumes e comidas dando uma realidade completamente diferente à obra.
   Acho que o segundo volume é capaz de ser bem melhor visto que se passa na parte mais interessante de todo o livro, e por isso esperarei para lê-lo. Se quiserem comprar o livro: Wook

   Boa leitura... ;)
5/10

André

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Booking Through Thursday - Irmãos

   Algum tempo atrás, entrevistei os meus leitores para variar e a minha questão final era, "Que pergunta é que NÃO FIZ no BTT que gostarias que eu perguntasse?" obtive grandes respostas e vou colocar algumas de tempos a tempos para vos perguntar, como agora a Heidi perguntou:
   "Tens irmãos? Eles gostam de ler?"

   André: Eu não tenho irmãos verdadeiros, só irmãos de faculdade e desses só as minhas duas irmãs gostam de ler, uma começou a ler graças a mim... :P