sábado, 23 de julho de 2011

O Mago - Aprendiz - Raymond E. Feist

   "Na fronteira do Reino das Ilhas, existe uma cidade tranquila chamada Crydee. Nessa cidade, vive um rapaz órfão de nome Pug. Trabalhando nas lides do castelo que o acolheu, ele sonha com o dia que se tornará um guerreiro valoroso ao serviço do rei. Mas o destino troca-lhe as voltas e o franzino Pug acaba por tornar-se aprendiz do misterioso Mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para todo o sempre.
   Subitamente a paz do reino é esmagada, sem piedade, por misteriosas criaturas que devastam cidade após cidade. Quando o mundo parece desabar a seus pés, Pug percebe que apenas ele poderá mudar o rumo dos acontecimentos, e dominar os poderes de uma nova e estranha magia...
   Esta é uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde irá conhecer povos e culturas exóticas, aprender a amar e descobrir o verdadeiro valor da amizade. Mas, no seu caminho, terá de enfrentar tenebrosos perigos e derrotar os inimigos mais cruéis."

   Boas pessoal...
   Deixem-me dizer-vos que no início deste livro pensei que não fosse uma grande obra, mais uma no meio de tantas sobre aprendizes de magos e mundos como os outros. Mas, como acontece muitas vezes, fui surpreendido.
   Afinal este livro pode tratar-se de aprendizes de mago, mas não só, também há guerras, com outros mundos, e com as várias facções do Reino.
   Há uma panóplia de coisas por onde podemos pegar para ler este livro que, aliás tem uma capa bastante bem elaborada.
   As personagens estão excelentes, adoro o Pug e o Tomas, apesar de estes dois separarem-se a meio do livro. Este é um daqueles livros que, mal acabamos, queremos logo saber a continuação e ir às livrarias comprar o volume a seguir.
   Falando no volume a seguir, este livro é o primeiro de dois que formam juntos uma obra. Ou seja, ao comprarmos este vamos querer comprar logo o seguinte, que mais tarde eu postarei aqui.
   Espero que fiquem entusiasmados por lê-lo e claro que aconselho vivamente a ler... Se quiserem comprar o livro: Wook

   Boa Leitura... ;)
8/10

André

quarta-feira, 20 de julho de 2011

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - Stephenie Meyer

   "Vi como o corpo dele se alterava. Agachou-se no telhado, com uma das mãos a agarrar o beiral.
   Toda aquela afabilidade estranha desaparecera, ele agora era um caçador.
   Era algo que eu reconhecia, algo com que eu estava à vontade porque compreendia.
   Desliguei o meu cérebro. Era altura de caçar. Respirei fundo, a absorver o cheiro do sangue dentro dos humanos lá em baixo.
   Não eram os únicos humanos por ali, mas eram os que estavam mais perto. Quem caçar era o tipo de decisão a tomar antes de cheirar a presa. Agora era tarde de mais para escolher outra coisa."

   Boas mais uma vez...
   Eu sei, aqui está um livro que já tinha sido posto neste blog, mas acontece que a curiosidade era tanta que tinha de ler este livro. E digo que as expectativas que tinha para este livro foram atingidas e superadas.
   Pensei que fosse um livro mais ou menos, afinal sabia o início e o fim desta personagem, pela leitura dos livros da saga Luz e Escuridão. Mas afinal não, afinal este livro tinha muito mais para contar no meio da vida de Bree Tanner.
   Ao ler este livro cheguei a entusiasmar-me tanto com a personagem que por breves momentos esquecia-me que ela no fim morreria, e depois com tristeza lembrava-me e pensava "Não, ela não pode morrer, é muito mau!".
   Mais uma vez tiro o chapéu a Stephenie Meyer que escreve muito bem. Aconselho vivamente a leitura desta obra, mas isto, se leram a saga, afinal divertiriam-se muito mais se soubessem o que acontece de outro ponto de vista que não o de Bree.
   Bem se quiserem ver a crítica do Bruno, antigo autor do blog, sigam o link, duas opiniões são sempre melhores que uma não é? Crítica do Bruno - A Breve Segunda Vida de Bree Tanner
   Para comprarem o livro: Wook

   Boa Leitura... ;)
7,5/10

André

terça-feira, 19 de julho de 2011

Seduzida - P.C. Cast + Kristin Cast

   "Num mundo igual ao nosso mas onde os vampyros não só existem como são tolerados. A Casa da Noite é uma escola de referência. Um local cheio de perigos e segredos onde os jovens marcados têm dois destinos: ou se transformam em vampyros ou morrem destroçados.
   Zoey Redbird é uma das melhores alunas e foi escolhida pela deusa Nyx para um grande destino. Mas como se não bastassem todas as invejas de que é alvo, agora enfrenta desafios cada vez mais difíceis: para além de ter de lidar com três rapazes que disputam os seus afetos, (sendo um deles um Guerreiro destinado a proteger Zoey e a sentir as suas emoções), também terá de enfrentar as forças negras que despertam nos túneis sob Tulsa.
   Estranhas visões avisam Zoey de que deverá resistir aos encantos de Kalona, e também mostram que apenas ela terá o poder de travar esse imortal maléfico. Cedo se torna claro que Zoey não tem escolha: se não se render a Kalona ele vingar-se-á sobre os seus amigos mais próximos e a família. Terá Zoey Redbird a coragem para arriscar perder a sua vida, o seu coração e a sua alma?"

   Boas pessoal...
   Mais um livro da Casa da Noite o sexto. Só li este agora, muito depois de ter saído, aliás até já saiu um novo, o sétimo volume desta série, chama-se Queimada ainda terei de o comprar.
   Mas falemos não do Queimada mas sim do Seduzida o livro que na minha opinião, foi o mais fraco dos seis já lidos até agora.
   A minha opinião acerca deste livro é bastante reduzida, achei-o um pouco aborrecido, parecia simplesmente um livro que estava a adiar as coisas acrescentando pormenores e aventuras extras que não valiam a pena estar lá.
   Foi um pouco escusado o facto de terem feito e descrito tanta coisa para dar um novo livro, apesar do ter lido relativamente rápido, foi com um pouco de custo, se calhar tinha os outros livros em tão alta consideração que este não chegou a atingir essas expectativas.
   O único ponto que me entusiasmou foi a última cena do livro. Causou um grande impacto e fiquei boquiaberto perante aquilo. Espero ansiosamente pelo próximo volume, e que seja mais activo que o anterior.
   Se quiserem saber das críticas aos antigos volumes sigam os vários link's: Crítica - Perseguida
   Para comprarem o livro sigam o link: Wook

   Boa Leitura... ;)
6,5/10
André

sábado, 16 de julho de 2011

O Necromante - Michael Scott

   "São Francisco
   Depois de fugirem para Ojai, Josh e Sophie Newman seguiram para Paris, conseguiram escapar de Londres e finalmente estão em casa. Com tudo o que viram e aprenderam ao longo das últimas semanas, os gémeos estão mais confusos do que nunca em relação ao seu futuro. Josh e Sophie ainda não dominaram as magias necessárias para derrotar os Anciãos Negros, perderam Scatty e continuam a ser perseguidos pelo doutor John Dee. Mas, o que mais os perturba é o facto de questionarem se podem ou não confiar no casal Flamel. Será que os gémeos de ouro e prata podem confiar em alguém?"

   Boas devoradores de livros
   Aqui está o quarto livro da colecção que tenho postado aqui. Este é o mais recente livro da colecção publicado cá em Portugal, apesar disso o quinto volume da colecção já foi publicado em alguns países.
   Tenho de dizer que O Necromante desiludiu-me um pouco, foi pequeno demais, apenas com 330 páginas, os outros volumes tinham mais páginas, chegaram a ter cerca de 450 páginas... Aconteceu tudo depressa demais, as aventuras e as surpresas não se revelaram tão grandes, talvez isso se deva ao facto deste livro passar-se outra vez em S. Francisco.
   Para compensar esse facto, neste volume houve muito mais intriga e desconfiança, o que me fez realmente reconsiderar as personagens que gostava, deixaram de ser os Flamel, são demasiado suspeitos...
   Mas pronto é mais um volume a ler e a esperar para ver o resto da colecção.
   Se quiserem saber saber das outras críticas sigam o link: Crítica - A Feiticeira
   Para comprar o livro: Wook

   Boa Leitura... ;)
7,5/10

André

A Feiticeira - Michael Scott

   "Nicholas Flamel ficou com o coração despedaçado ao ver a sua amada Paris desmoronar-se. A cidade foi destruída por Dee e Machiavelli, mas Flamel também teve a sua quota-parte de responsabilidade.
   Sophie e Josh Newman revelam cada vez mais sinais de serem os gémeos da profecia e Flamel tem de os proteger dos Anciãos Negros. Mas o Alquimista enfraquece a cada dia que passa, Perenelle continua presa em Alcatraz e, agora que Scatty desapareceu, o grupo está desprotegido. A única arma de que dispõem é Clarent - a espada gémea de Excalibur. Mas o seu poder maléfico é tão indomável que quem a empunhar corre o risco de a alma lhe ser roubada.
   Para manter a esperança e derrotar Dee, Nicholas tem de encontrar um Ancião que ensine aos gémeos Josh e Sophie a terceira magia elementar - a Magia da Água. O problema? O único que o poderá fazer é Gilgamesh e ele é muito, mas muito louco."

   Boas bookaholic's
   O terceiro volume está aqui, com mais aventuras, riscos, surpresas e mistérios por desvendar. Deixem-me fazer uma rectificação em relação ao post anterior, a colecção tem 6 volumes e não 8, tive a pesquisar sobre o assunto.
   Não há muito que possa dizer sobre este volume que não tenha dito já sobre os outros. Continua bastante bom, apesar de neste volume não ter tido o mesmo entusiasmo que os outros dois, não sei.
   Estes livros estão a mostrar muito bem outra coisa que ainda não disse, as cidades, o primeiro livro é em S. Francisco, o segundo em Paris e este terceiro vai passar-se em Londres, todas estas cidades estão bem descritas e a acção desenrola-se fantásticamente entre elas.
   Bem, não tenho mais nada a referir a não ser para irem ver as outras críticas através deste link: Crítica - O Mágico
   Se quiserem comprar: Wook

   Boa Leitura... ;)
8,5/10

André

O Mágico - Michael Scott

   "Um livro mágico. 
   Dois Gémeos que podem salvar o Mundo.
   Alquimistas. Magos. Heróis e Vilões.
   Figuras Históricas e Mitológicas.
   A maior Aventura de sempre."

   Boas leitores...
   O segundo livro da colecção Os Segredos de o Imortal Nicholas Flamel está aqui. Não tenho a certeza mas acho que esta colecção é composta por seis ou oito volumes, alguns ainda não estão publicados.
   Em relação a este segundo volume, acho que continua bastante fantástico cheio de aventuras e surpresas até dizer não. As personagens fazem-me duvidar umas das outras, mantendo o mistério até ao final, não do livro, mas de toda a colecção.
   Adoro todos os pormenores das auras e da magia e dos supostos Reinos das Sombras dos deuses. Levam-me realmente a viajar e a desejar estar dentro da história ver tudo aquilo com os meus próprios olhos, muito bom.
   Ainda não referi nada em relação às capas dos livros, mas acho que são fabulosas, têm um je ne sais quoi de misterioso e fantástico, adoro-as.
   Bem, se gostaram desta crítica vejam a do primeiro volume desta colecção e comecem a lê-la: Crítica - O Alquimista
   Para comprarem o livro sigam o link: Wook

   Boa Leitura... ;)
9/10

André

O Alquimista - Michael Scott

   "Perdeu-se um livro antigo. O Mundo poderá ser destruído."

   Boas leitores
   Lamento não ter postado estes livros mais cedo e espaçadamente, mas os tempos não foram dos melhores. Agora vão levar com quatro livros duma colecção, colecção essa chamada Os Segredos de o Imortal Nicholas Flamel.
   Devo dizer-vos que achei este primeiro volume desta colecção bestial. Contém bastantes coisas, actualidade, magia, ficção, aventura, acção, mitologia, entre outros. Facto importante que admirei neste livro, o autor introduz deuses e figuras mitológicas de todas as civilizações do mundo e personifica-as como pessoas da actualidade uma coisa fantástica.
   Outro pormenor que gostei bastante, todas as pessoas têm auras no livro, duma ou doutra cor e cheiro mas que simbolizam a própria personalidade da pessoa. É essa aura que dá a magia e o poder às pessoas, mas isso já só lendo é que entendem.
   Tem uma história fantástica este livro e todos os que se seguem. Para aproveitarem e comprarem o livro basta seguirem o link: Wook

   Boa Leitura... ;)
9/10

   André

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Guerra Mundial Z - Max Brooks

   "A GUERRA DOS ZOMBIES QUASE DESTRUIU A HUMANIDADE
   Trabalhando para a Comissão do Pós-Guerra das Nações Unidas, Max Brooks teve acesso quase exclusivo aos arquitectos da vitória da Guerra Mundial Z. Se o relatório da ONU fornece um relato factual autorizado de tudo o que aconteceu, nesta obra, de um dos principais autores e investigadores que contribuíram para esse relatório, estão os testemunhos, feitos na primeira pessoa, dos que viveram o surto da epidemia/pandemia e que revelam o terrível custo deste conflito.
   Do doutor Kwang Jingshu, o médico chinês que examinou o "Doente Zero", a Paul Redeker, o muito controverso autor do Plano Laranja, Brooks falou com mais protagonistas fundamentais da Guerra dos Zombies do que qualquer outra pessoa. E registou também o testemunho dos veteranos da Batalha de Yonkers, dos "novos samurais" do Japão e das guarnições militares dos castelos do Norte da Europa. Ao longo deste livro, o autor revela a extensão integral das transformações sociais e políticas a que o surto deu origem.
   A natureza perturbadora destes relatos pessoais exige ao leitor alguma coragem. Mas, como diz Brooks, não podemos esconder-nos por detrás das estatísticas entorpecedoras dos relatórios oficiais. Chegou a altura de encarar o verdadeiro horror que foi a Guerra dos Zombies."

   Boas pessoal...
   Aqui está um livro de ficção científica dum assunto que não se vê muito mas que é brutal. Zombies. Nunca tinha lido nenhum livro de zombies, talvez pelo facto de não haver assim tantos, como de vampiros, mas por acaso este primeiro que li, adorei.
   Primeiro que tudo este livro tem uma estrutura diferente, é como se fosse um conjunto de entrevistas feitas a outras pessoas, isto funciona como vantagem e desvantagem na medida em que o autor faz as mesmas perguntas que o leitor faria ao ler a entrevista, no entanto não segue uma única linha de assunto, conforme as entrevistas passava para outro sítio, outra vida, outra sobrevivência.
   De resto, gostei da história, e do facto deste livro ser quase como uma previsão do que aconteceria se realmente houvesse zombies aqui no mundo, as falhas tecnológicas e militares, a degradação social e a perda da humanidade e do poder conquistados.
   É um bom livro e aconselho vivamente a lerem, tornem-se zombieficados por Max Brooks. Para comprarem o livro sigam o link: Wook

   Boa Leitura... ;)
8/10

André

terça-feira, 5 de julho de 2011

A Tormenta de Espadas - George R. R. Martin

   "Os Sete Reinos estremecem quando os temíveis selvagens do lado de lá da Muralha se aproximam, numa maré interminável de homens, gigantes e terríveis bestas. Jon Snow, o Bastardo de Winterfell, encontra-se entre eles, debatendo-se com a sua consciência e o papel que é forçado a desempenhar.
   Todo o território continua a ferro e fogo. Robb Stark, o Jovem Lobo, vence todas as suas batalhas, mas será ele capaz de vencer as mais subtis, que não se travam pela espada? A sua irmã Arya continua em fuga e procura chegar a Correrrio, mas mesmo alguém tão desembaraçado como ela terá dificuldade em ultrapassar os obstáculos que se aproximam.
   Na corte de Joffrey, em Porto Real, Tyrion luta pela vida, depois de ter sido gravemente ferido na Batalha da Água Negra, e Sansa, livre do compromisso com o rapaz cruel que ocupa o Trono de Ferro, tem de lidar com as consequências de ser segunda na linha de sucessão de Winterfell, uma vez que Bran e Rickon se julgam mortos.
   No Leste, Daenerys Targaryen navega na direcção das terras da sua infância, mas antes terá de aportar às cidades esclavagistas, que despreza. Mas a menina indefesa transformou-se numa mulher poderosa. Quem sabe quanto tempo falta para se transformar numa conquistadora impiedosa?"

   Boas leitores...
   Mais um livro das Crónicas de Gelo e Fogo, neste caso o quinto volume. É um dos maiores volumes até agora, se não o maior mesmo. No entanto, apesar de ser tão fantástico como todos os outros, parece que lhe falta algo, um je ne sais quoi de mistério que só apareceu no fim, mas também o bom aparece sempre no fim não é?
   Um facto bastante engraçado é que eu estou a mudar a cada livro de opinião acerca das personagens. No início odiava o Jaime Lannister e a Sansa Stark, no entanto, neste volume fiquei a considerar se seria assim tão justo eu estar com essa opinião acerca deles, fiquei um pouco do lado deles desta vez, devido às perdas dum e às injustiças de outra...
   De resto como já referi falta-lhe um pouco o elemento mistério, e também o elemento Targaryen, acho que aparecem extremamente poucos capítulos desta personagem e acho que ela é bastante importante para a história (mais que muitos outros, porque nestes livros todas as personagens são importantes).
   Mas enfim, continua a ser um livro excelente e extremamente recomendável à leitura. Se quiserem saber das outras críticas aos livros anteriores sigam os link's: Crítica - O Despertar da Magia
   Se quiserem comprar o livro sigam o link: Wook

   Boa Leitura... ;)
9/10

André

sexta-feira, 1 de julho de 2011

A Vida num Sopro - José Rodrigues dos Santos

   "Portugal, anos 30.
   Salazar acabou de ascender ao poder e, com mão de ferro, vai impondo a ordem no país. Portugal muda de vida. As contas públicas são equilibradas, Beatriz Costa anima o Parque Mayer, a PVDE cala a oposição.
   Luís é um estudante idealista que se cruza no liceu de Bragança com os olhos cor de mel de Amélia. O amor entre os dois vai, porém, ser duramente posto à prova por três acontecimentos que os ultrapassam: a oposição da mãe da rapariga, um assassinato inesperado e a guerra civil de Espanha.
   Através da história de uma paixão que desafia os valores tradicionais do Portugal conservador, este fascinante romance transporta-nos ao fogo dos anos em que se forjou o Estado Novo.
   Com A Vida num Sopro, José Rodrigues dos Santos confirma a sua mestria e o lugar que já ocupa nas letras portuguesas."

   Boas pessoal...
   Deixem-me já desejar-vos um bom mês de Julho cheio de leituras. Começo este mês com um livro que não esperava lê-lo até que mo ofereceram e então experimentei-o. Não estou arrependido, não era um livro tão aborrecido como achava, é um romance histórico, não tem tanta acção e mistério como outras obras de José Rodrigues dos Santos, como O Sétimo Selo ou ainda A Fórmula de Deus. Mas mesmo assim ainda há resquícios de acção no livro.
   Em relação à escrita acho muito boa, o autor escreveu mesmo como as pessoas do campo dizem as coisas, o que deu mais credibilidade ao conto.
   A acção da obra mostra o estudo que o autor fez para publicar o livro. As descrições dos sítios portugueses e as acções da PVDE ou também chamada pevide.
   Não tenho muito mais a dizer, se gostam de romances de cerne histórico e com amores impossíveis, talvez gostem deste livro, se forem mais do estilo de acção e ficção então não vos aconselho a ler. Podem comprar este livro no seguinte link: Wook

   Boa Leitura... ;)
6,5/10

André